Após recesso parlamentar, Câmara retorna às sessões ordinárias

Nesta segunda-feira, 05 de agosto de 2018,após recesso, a Câmara Municipal de São João da Ponte retornou à suas atividades, com a realização da primeira reunião ordinária do 2° semestre de 2018.

Na reunião ordinária estavam em pauta diversos assuntos, assim como , diversos requerimentos expedidos pelos vereadores, todos aprovados por unanimidade de votos, no qual, dentre eles, pode-se destacar o requerimento subscrito pela vereadora Genilza Ribeiro que solicita ao prefeito municipal a criação de um espaço adequado para os carroceiros que atuam no perímetro urbano do município, para o depósito de entulhos recolhidos na cidade, sendo que, atualmente a população reclama da falta de espaço adequado para essa finalidade, pois os carroceiros recolhem resíduos derivados da construção civil na sede do município e deposita-os em lotes vagos, oque acarreta o aumento da proliferação de animais peçonhentos e doenças , bem como, uma paisagem visual descuidada.

Pode-se também destacar o requerimento também subscrito pela vereadora Genilza Ribeiro que requer ao Executivo municipal o funcionamento do bloco cirúrgico do Hospital São Geraldo, sendo que ,segundo a vereadora essa solicitação se faz necessária diante das reclamações da população devido as dificuldades de acessar cirurgias fora do município. “Saúde é questão de prioridade” ressaltou a vereadora ,e ainda indagou que; “ A questão das pequenas cirurgias, principalmente as cirurgias de parto , são procedimentos que não podem deixar de ser realizados no município, pois esse deslocamento poderá gerar riscos tanto para a mãe quanto para o bebê”.

No plenário foi solicitado, também por meio de requerimento ao executivo municipal, pelo vereador Dário Borges , a construção de quebra molas ou redutores de velocidade nas ruas da comunidade de Araruba, sendo que o intenso fluxo de pessoas e de veículos que trafegam em alta velocidade, pode causar risco a integridade física e até a vida de inúmeros pedestres daquela região, sendo imprescindível que se estude a necessidade e viabilidade da colocação de um redutor de velocidade, para a garantia de maior segurança da população.

Para mais informações, todos os requerimentos estão a disposição do público no site. As reuniões continuam todas as primeiras e terceiras segundas-feiras do mês, a partir das 18;00,no Plenário da Câmara.

 

Colunista: Cinthia Aguiar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + quinze =