Câmara Municipal de São João da Ponte realiza 11° Reunião Ordinária de 2018

Na noite desta segunda-feira, 20 de agosto de 2018, reuniram-se na Câmara Municipal de São João da Ponte os membros do legislativo municipal para a realização da segunda reunião ordinária relativa a agosto de 2018.

Na ordem do dia estavam em pauta dois requerimentos, sendo um deles expedido pela vereadora Genilza Ribeiro , solicitando ao executivo municipal, a extensão de rede elétrica e iluminação pública até a Escola Fausto Ferreira na comunidade de Vera Cruz, sendo que segundo a justificativa da vereadora, a extensão de rede elétrica na comunidade tem como objetivo restaurar a segurança e tranquilidade do local, pois a escuridão da mesma pode provocar o aumento da criminalidade, colocando em risco a segurança dos moradores. Dario Fabiano foi o autor do segundo requerimento, no qual solicitou ao prefeito municipal a construção ou reforma, da quadra poliesportiva na comunidade de Vera Cruz, sendo que atendendo pedidos de moradores da região e levando em consideração que o esporte é um direito individual e coletivo constitucionalmente assegurado, se faz necessária a construção ou reforma da quadra, sendo a mesma local de lazer e atividades físicas para a população da comunidade. Ambos os requerimentos foram aprovados por unanimidade de votos dos presentes.

Em pauta estava também o projeto de Lei n°012/2018,aprovado por unanimidade de votos, que dispõe sobre a proibição de uso de telefone celular dentro de salas de aula, bibliotecas públicas, plenário da Câmara Municipal e em igrejas no território do município de São João da Ponte-MG. Durante a discursão do projeto o vereador Luciano Lima destacou o quanto o uso de celulares, em sala , atrapalha o desenvolvimento escolar dos alunos, e ainda inferiu que, por ser um profissional da educação convive regularmente com os danos causados pelo uso do celular em sala de aula, inclusive sendo na maioria das vezes necessário o confisco destes aparelhos. O vereador ainda destacou a importância do uso da tecnologia no meio educacional, mas de forma que ajude e traga benefícios ao aprendizado dos alunos, cabendo ao professor e ao diretor viabilizar a melhor forma desta inclusão.

Durante os assuntos gerais a Vereadora Genilza reforçou a importância e o convite para à Audiência Pública sobre a Atualização da Lei Orgânica Municipal. Sobre esse assunto o assessor jurídico, Wagner Cordeiro, destacou que, se o Poder Legislativo do município aprovar esta emenda, o município será um dos 30 municípios de Minas Gerais que fizeram a atualização da Lei Orgânica, e inferiu ainda que: “Esse caminho que vocês vereadores estão trilhando vai marcar a história do poder legislativo de São João da Ponte.”

Para mais informações, todos os requerimentos e projetos de lei estão a disposição do público no site.

As reuniões continuam todas as primeiras e terceiras segundas-feiras do mês, a partir das 18;00,no Plenário da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 12 =